Dicas de tratamento de água da piscina

Piscina limpa por mais tempo representa mais segurança para os usuários e menos trabalho para quem cuida de sua manutenção. E isso não é uma coisa impossível. Certos cuidados podem prolongar por muito mais tempo uma água saudável e uma piscina mais limpa de modo geral.

Veja a seguir 4 dicas simples de como manter a piscina limpa!

1. Entre a escova e a peneira

A primeira dica de como manter a piscina limpa por um período mais longo é usar a escova e a peneira. Uma boa limpeza deve se iniciar com a escovação das paredes e das bordas da piscina assim que elas começarem a escurecer.

Em seguida, é recomendado usar a peneira a fim de deixar a superfície da água limpa de diversas sujeiras, como folhas e insetos. Essas sujeiras podem interferir na eficácia do cloro e entupir o filtro.

2. Chegou a hora de usar o aspirador e o filtro

aspirador ajuda a retirar os detritos que passam facilmente pela peneira. Outra utilidade do aspirador é que ele remove a sujeira depositada no fundo da piscina.

Depois de passar o aspirador, use o filtro. No filtro, a água passa pela areia, deixando aí as outras impurezas que permaneceram mesmo depois de usar o aspirador.

O processo de filtração leva algum tempo, que é indicado pelo próprio fabricante. É importante respeitar esse período para que os resultados sejam os melhores.

3. Faça o tratamento químico

O tratamento químico consiste na terceira etapa de como manter a piscina limpa por mais tempo. Primeiramente, avalie os níveis de pH e alcalinidade, usando o estojo ou a fita de testes. O nível ideal de pH fica entre 7.0 e 7.4.

Caso a água esteja ácida (pH baixo), é necessário adicionar o elevador de pH (carbonato de sódio). Caso esteja alcalina (pH alto), é necessário aplicar o redutor de pH (ácido muriático ou bissulfato de sódio em pó).

Após corrigir os níveis de pH, aplique o algicida para evitar a proliferação de algas (azuis ou verdes) que escurecem a cor da água e contaminam a piscina. A medida recomendada de algicida é de 5 a 7 ml para cada 1.000 l de água.

Finalmente, aplique o cloro, que contribui para conservar a água saudável, eliminando agentes causadores de doenças (como bactérias e fungos). Uma doença muito comum que a falta de cloro causa é a micose. A quantidade indicada de cloro é de 4 g por 1.000 l de água.

4. Use uma capa protetora ou capa térmica

Use uma capa para resguardar a sua piscina. Basicamente, as capas são de dois tipos: de proteção (lona) e térmica.

A lona simplesmente isola a piscina do ambiente ao redor. Tem ganchos para amarração, ilhoses e cordas em sua estrutura geral. As melhores do mercado vêm com um sistema de drenagem para remover o acúmulo de água que fica sobre o material, quando cobrindo a piscina.

A capa térmica protetora é ótima para conservar a temperatura e o volume da água, pois reduz a evaporação e mantém até 80% da temperatura ambiente da água. Esse modelo deve estar em contato com a superfície da piscina, a fim de conservá-la aquecida.

Todos os modelos contribuem efetivamente para evitar que caiam impurezas na piscina e sujem a água.

Como manter a piscina limpa: revisando os passos

Agora revisemos cada passo de como manter a piscina limpa por mais tempo, para que não haja dúvidas sobre os procedimentos:

  • Escove a piscina e passe a peneira;
  • Aspire e filtre a água;
  • Esse procedimento físico deve ser efetuado pelo menos 1 vez por semana;
  • Realize o tratamento químico, que evita o desenvolvimento de doenças, coloração inadequada e mau cheiro (controle de níveis de pH e aplicação de algicida e cloro);
  • O algicida deve ser usado 1 vez por semana;
  • O cloro pode ser aplicado em dias alternados, preferencialmente ao final da tarde;
  • Cubra a piscina sem uso com capa térmica;
  • Evite esvaziar a piscina, principalmente no inverno, pois expõe o revestimento à ação do sol e promove seu ressecamento, reduzindo sua vida útil; além disso, o esvaziamento contribui para desperdiçar água.

Fonte: Sodramar goo.gl/qkNHBP

Compartilhe: