9 dicas para economizar água

1.Inspecione suas instalações hidráulicas. Se tem uma coisa que pode causar um tremendo desperdício de água é ter vazamento em torneiras, no vaso sanitário, tanque, chuveiro, etc. Uma gota que se perde por segundo resulta em 30 L perdidos de água por dia.

  • Feche o registro da casa e observe o hidrômetro; se ele continuar girando mesmo com o registro fechado, há um vazamento escondido. Procure pontos de mofo, infiltrações e chame um encanador para reparar o problema.
  • Use arejadores nas torneiras e no chuveiro. O gasto médio de uma torneira convencional varia entre 8 L e 20 L por minuto; já com o arejador, a média cai para 3,6 L por minuto.

2. Troque a válvula de descarga por uma dual flush. Essas válvulas têm dois botões que liberam quantidades de água diferentes para dejetos líquidos e sólidos.

  • Outra opção é instalar uma caixa de descarga no vaso sanitário. A válvula de parede libera muito mais água do que o necessário e sem restrição. As caixas de descarga liberam somente 6 L de água por descarga, o suficiente para fazer descer qualquer coisa.

3. Instale duchas feitas para conservar água. A maioria das duchas normais solta cerca de 9,5 L de água por minuto, enquanto outras soltam o dobro disso. Instale uma ducha econômica que mantenha a pressão e o fluxo do líquido, mas que use metade do volume normal.

  • O preço dessas duchas varia de acordo com a qualidade, mas elas não são tão caras.
  • Desligue a ducha na hora de se ensaboar, passar xampu e condicionador etc.

4. Instale um aerador de torneira. Esse aerador leva ar à água, o que deixa a corrente mais estável e diminui o volume do líquido. Não é caro e nem difícil fazer a instalação (que só envolve alguns movimentos de torção).

5. Feche a torneira enquanto ensaboa as mãos, se barbeia ou escova os dentes.Não existe propósito em manter a torneira aberta enquanto não está em uso e não custa nada fechá-la entre um enxágue e outro da lâmina.

  • Da mesma forma, quando escovar os dentes e lavar as mãos, a água que escorre sem finalidade pode resultar em muitos litros desperdiçados. Prefira fechar a torneira.

6. Não lave o carro, quintal ou calçada com mangueira. Nessas situações, prefira usar a água que armazenou das lavagens de roupa.

  • Use um balde e uma esponja para ensaboar e enxágue com parcimônia. Um pano molhado também pode ajudá-lo a controlar melhor a quantidade de água que usará para se livrar do sabão. Além disso, nunca lave o carro em períodos de estiagem e sempre use uma vassoura para limpar a calçada e o quintal.

7. Recolha a água da chuva. Detecte os pontos de sua casa que têm mais escoamento de água da chuva e posicione vários baldes nesse lugar.

  • Quando eles estiverem cheios, use um funil e armazene a água coletada em galões de 5 L com tampa. Quanto mais galões você tiver, melhor. Essa água pode ser usada para diversas finalidades, exceto para consumo e banho.

8. Tome banhos mais curtos. Uma grande parte da água consumida é destinada aos banhos. Reduza o tempo em que fica debaixo do chuveiro e feche-o enquanto estiver se ensaboando.

  • Para ser ainda mais econômico, passe o xampu no cabelo no mesmo momento em que se ensaboar. Assim, como com a louça, você só precisará se enxaguar uma vez.

9. Não lave a calçada com a mangueira. Prefira sempre usar a vassoura e outras ferramentas de limpeza. Se a calçada estiver muito suja, encha um balde com água ou deixe a chuva lavar o local. A mangueira só gera desperdício.

 

Fonte: Wikihow goo.gl/eH99hA

Compartilhe: