Como regar as plantas no inverno

“Especialista ensina os principais cuidados na época mais fria do ano.
É preciso evitar adubação química, segundo profissional.

Cuidar de plantas parece ser tarefa simples, mas é preciso dedicação especial, principalmente no inverno. Segundo a botânica e paisagista Graziela Fleury é preciso conhecer as espécies respeitar seus ciclos de floração, crescimento, frutificação e dormência. Um dos principais cuidados nesse tempo frio é borrifar levante as folhas por conta do período seco e não usar adubo químico.
De acordo com a botânica, o inverno é o período de repouso das plantas e, por isso, é preciso diminuir as regas, pois a umidade favorece o aparecimento da cochonilha ou pulgão, que são insetos sugadores de seiva. “Se esses insetos sugarem a seiva da planta, que é o alimento dela, consequentemente ela ficará debilitada”, destacou.

Ainda segundo Graziela, durante os meses mais frios as regas devem ser espaçadas, pois a evaporação da água é mais lenta e os solos ficam mais úmidos, o que pode, nessa época, acarretar em doenças causadas por fungos. “Para as regas, é preciso observar se a terra está seca; (regar) duas vezes por semana seria o ideal. Isso porque no inverno a água fica na terra, pois não é o tempo propício para evaporação. O ideal é fazer as regas no período da manhã”, disse.

Como afirma a botânica, a maioria das plantas entra em um período chamado de dormência no inverno, quando a adubação deve ser feita com cautela. “Dê preferência ao adubo orgânico bem curtido. Já a correção do solo é indicada para este período. Usar calcário dolomítico revolvendo o solo para evitar a compactação é ideal”, explicou.

Com exceção das plantas que estiverem em período de floração, o inverno é o período certo para podas de limpeza e formação, principalmente de arbustos e árvores. A botânica recomenda eliminar galhos secos, doentes ou mal formados.

“Isso auxiliará no desenvolvimento geral da planta e permitirá que a luz seja bem distribuída. Plantas topiadas, como buxinhos, viburnos, ixoras também devem ser podadas como de costume, embora a frequência possa ser menor no inverno, pois, nessa época, elas entram em dormência. Geralmente, as plantas de clima temperado e as que perdem as folhas no inverno são as mais indicadas para a poda nesse período”, disse.

As plantas do tipo palmeiras, rafias, licualas e samambaias se adaptam melhor a locais sombreados, mas Graziela chama atenção de quem pensa que essas plantas não precisam de luz solar. “São plantas com um verde mais escuro, e aí podemos incluir ainda os antúrios, mas temos que ressaltar que toda planta precisa de uma luz indireta do sol. Levar a planta para um local com maior incidência de luminosidade até, pelo menos, 9h30h é o ideal. Se estender muito o tempo de exposição ao sol, as folhas podem queimar. No mais, no período de inverno é respeitar o momento de descanso da planta e tomar mais cuidado com a luminosidade, além de dar atenção maior às regas, lembrando que não pode ser em excesso”, finalizou.””

Texto: G1 Centro-Oeste de Minas | Fonte: G1 shorturl.at/pVX37

Compartilhe: