Como Regar Plantas Dentro de Casa

“As plantas de interior têm necessidades diferentes daquelas cultivadas ao ar livre, pois dependem de você para tudo. Quando chega a hora da rega, é preciso saber da quantia específica que cada espécie precisa, ficar atento à frequência de cada planta e verificar o solo sempre. Você pode facilitar a vida dos seus exemplares usando vasos com boa drenagem e de tamanho adequado. Uma planta saudável precisa do tipo e da quantia correta de água, mas também dá para corrigir problemas de excesso de regas com alguns truques.
Pesquise as necessidades de cada planta. Nem todas as espécies de plantas de interior têm as mesmas necessidades de irrigação, portanto aprenda sobre os exemplares que já tem ou que pensa em comprar. Não conclua, por exemplo, que todas são iguais e precisam de um litro de água a cada dois dias, pois algumas variedades podem morrer sob tais condições.

  • Algumas plantas preferem o solo quase seco na maior parte do tempo, enquanto outras precisam de umidade. Às vezes, é preciso deixar a terra secar totalmente entre as regas.
 
Deixe a planta definir quando precisa de água. É claro que é mais fácil regar seguindo um cronograma que você estabeleceu, mas as plantas podem não sobreviver com esses cuidados. Assim, em vez de fazer uma rega geral a cada dois dias, entenda a frequência de cada uma verificando o solo sempre e descobrindo quanto tempo ele leva para ficar seco. A partir daí, monte o cronograma certo.

  • Até mesmo as plantas de interior podem passar por uma fase de “hibernação” no inverno se estiver muito frio, então é provável que não precisem de regas tão frequentes nesse período.
  • Um bom horário para regar é de manhã. A rega noturna pode aumentar as chances de doenças, pois a planta não tem tempo de secar antes que a temperatura caia.
Teste o solo com o dedo. Afunde o dedo até a primeira articulação no vaso e veja se o solo está úmido. Se o dedo não conseguir nem entrar no solo, com certeza a planta precisa ser regada. O mesmo vale se os primeiros 2,5 cm de terra parecerem muito secos. Porém, a quantia de água está suficiente caso o solo pareça bem úmido e grude um pouco no seu dedo.

  • Nem sempre essa regra ajuda, mas, em geral, é bom dar uma regada se a superfície do solo estiver seca.
  • É possível comprar um medidor de umidade (higrômetro) para o solo. O instrumento informa quando a planta precisa de água com mais precisão, o que poupa tiros no escuro.
 
Teste o solo com o dedo. Afunde o dedo até a primeira articulação no vaso e veja se o solo está úmido. Se o dedo não conseguir nem entrar no solo, com certeza a planta precisa ser regada. O mesmo vale se os primeiros 2,5 cm de terra parecerem muito secos. Porém, a quantia de água está suficiente caso o solo pareça bem úmido e grude um pouco no seu dedo.

  • Nem sempre essa regra ajuda, mas, em geral, é bom dar uma regada se a superfície do solo estiver seca.
  • É possível comprar um medidor de umidade (higrômetro) para o solo. O instrumento informa quando a planta precisa de água com mais precisão, o que poupa tiros no escuro.
 
Conheça o peso do vaso quando a planta estiver bem regada. Outra dica para descobrir se ela tem água suficiente é levantar o vaso depois da rega para ter uma ideia do peso. Repita de tempos em tempos e, quando ele parecer leve demais, você já sabe que a planta precisa de um pouco de água. Esse truque é mais uma arte do que uma ciência, mas pode ser útil.

  • Esse teste só é bom para plantas leves que você consiga levantar sem muito esforço. Não vale a pena se lesionar somente para essa verificação.”

Fonte: WikiHow shorturl.at/afyES

Compartilhe: